Cozinha

Você nunca pensaria nisso! Um truque pouco conhecido para obter carne suculenta, então por que todo mundo está fazendo o contrário?

44views

A torrefação profunda é a forma mais popular de preparar carne. Desta forma, conseguimos obter crocância, mas muitas vezes em detrimento da suculência. Porém, existe uma patente sobre como manter os melhores recursos sem abrir mão de nada.

Experimente o cozimento oposto

Este é o chamado cozimento reverso. E embora pareça um pouco misterioso, vale a pena aprender mais sobre esse método. A busca reversa é ótima para bifes e foi originalmente usada para esse tipo de carne. No entanto, isso não significa que você não possa usar esse método sensacional para o seu frango favorito. Se você gosta de uma crosta crocante e um centro macio, esta patente não irá decepcioná-lo.

O método de torra invertida requer um pouco mais de tempo e consome mais tempo do que o preparo tradicional de carne. Porém, o resultado vale o esforço. O resultado não é apenas uma melhor estrutura, mas também um sabor.

Como inverter o forno?

O segredo está no facto de primeiro pré-assarmos a carne a uma temperatura relativamente baixa e só depois iniciarmos a cozedura propriamente dita. Portanto, coloque primeiro o bife ou o frango no forno regulado para uma temperatura inferior a 150°C e aqueça-o a 60-65°C. Depois tiramos a carne do forno e cozinhamos na panela.

Antes do primeiro aquecimento é bom esfregar a carne com temperos ou marinar. Além disso, obterá um sabor mais intenso e profundo. Se você gosta de comidas picantes, pode temperá-las novamente antes de fritar.

Outra vantagem desse método é que é menos provável que a carne queime ou frite de maneira irregular. Se a carne crua for colocada numa frigideira, ela pode permanecer crua em alguns lugares ou pode começar a queimar se for exposta ao calor por muito tempo. Com a fritura invertida, o tempo na frigideira é reduzido, então esse problema praticamente não existe.

O segredo da carne perfeita – preste atenção nessas coisas

Parece que assar carne não é difícil. Na realidade, porém, muitas pessoas cometem erros que lhes dificultam a vida e podem destruir até o prato de exposição. A primeira coisa é cobrir a panela. Isso não deve ser feito porque a carne perde a crocância e fica borrachuda.

O segundo problema é a viragem frequente da carne assada. Não acelera em nada o preparo dos alimentos e também não traz nada de bom. Pelo contrário, só aumenta a nossa carga de trabalho.

Também não é uma boa ideia pressionar a carne na frigideira com um virador. Não faça isso.

Além disso, não se esqueça de verificar se a frigideira e a gordura estão quentes antes de colocar a carne nelas. Caso contrário, a comida pode ser demais para nós.

O pacote de três perfeito

Cortes de domingo como se fossem de um restaurante honesto! Se o seu casaco sempre rasga, temos um ótimo truque para isso!

Leave a Response

Fernando Pessoa
Nos meus artigos, partilho dicas úteis sobre jardinagem e culinária em português. Conheça as minhas ideias únicas para melhorar o seu jardim e preparar pratos deliciosos.