Jardim

Rosas inglesas no jardim. Plantio, cuidado e história

88views

As rosas inglesas são populares por sua bela altura e aparência romântica, que podem embelezar qualquer jardim. Cultivar essas flores de borda não é difícil se você conhecer os procedimentos e dicas corretos. Se quer ter lindos arbustos com rosas no seu jardim, leia os nossos conselhos e descubra como fazê-lo.

Rosas inglesas: a joia de todo jardim

As rosas inglesas, conhecidas pelo seu encanto e rico crescimento, são uma verdadeira joia em qualquer jardim. Estas flores, descobertas pelo produtor britânico David Austin, combinam o melhor das rosas históricas e modernas. A sua aparência romântica e o seu aroma maravilhoso fazem deles a escolha ideal para todos os amantes de jardins.

Escolhendo o lugar certo

As rosas inglesas precisam de um local ensolarado e com bastante luz durante a maior parte do dia. Um local que forneça no mínimo seis horas de luz solar por dia é o ideal. Ao mesmo tempo, devem ser protegidos de ventos fortes, que podem danificar suas delicadas flores e folhas. O solo deve ser bem drenado e rico em matéria orgânica para promover um crescimento e floração saudáveis.

Plantio de rosas inglesas

A melhor época para plantar rosas inglesas é na primavera ou no outono, quando as condições de enraizamento são mais adequadas. Antes de plantar, é importante preparar o solo – cavar um buraco grande o suficiente para que as raízes da rosa caibam confortavelmente e adicionar composto ou esterco bem podre. A rosa deve ser plantada de forma que o ponto de divisão fique logo abaixo da superfície do solo.

Cuidados com rosas inglesas

As rosas inglesas requerem cuidados regulares para serem saudáveis ​​​​e florescerem lindamente. A rega deve ser adequada, o melhor é regá-las pela manhã para que as folhas tenham tempo de secar e o risco de mofo seja minimizado.

A fertilização também é fundamental, especialmente na primavera e no verão, quando as rosas precisam de nutrientes suficientes para crescer e florescer. Você pode usar fertilizantes especiais para rosas ou fertilizantes orgânicos.

Cortando rosas inglesas

O corte é uma parte importante do cuidado da rosa inglesa. É feito na primavera, quando são retirados os brotos velhos e danificados para favorecer o crescimento de brotos novos e saudáveis. O corte também ajuda a manter o formato desejado do arbusto e promove uma floração mais abundante. Ao cortar, é importante usar ferramentas afiadas para não danificar a planta.

Interessante: A história das rosas inglesas

As rosas inglesas foram criadas pelo criador britânico David Austin em meados do século XX. Austin queria criar rosas que combinassem a beleza das antigas rosas de jardim com o florescimento repetido e a durabilidade das rosas modernas.

A primeira dessas rosas, chamada Constance Spry, foi lançada em 1961 e rapidamente ganhou popularidade. Hoje existem muitas variedades diferentes de rosas inglesas, que são valorizadas pela sua beleza, altura e ampla gama de cores.

Leave a Response

Fernando Pessoa
Nos meus artigos, partilho dicas úteis sobre jardinagem e culinária em português. Conheça as minhas ideias únicas para melhorar o seu jardim e preparar pratos deliciosos.