Jardim

Os segredinhos escondidos nas variações das folhas das plantas

67views

Mas como eles são lindos folhas variadas?

As cores mais díspares e os mais variados designs tornam os exemplares únicos.

Mas há um mundo fascinante que eu descobri por trás das variações e quero compartilhá-lo ilustrando sua beleza.

Porque a folha é variegada

Vamos considerar a variedade uma cor que se destaca do cor verde clássica da folha.

Você sabe o que dá a clássica cor verde à folha? O pigmento verde chamado clorofilaelemento essencial para a fotossíntese que ocorre logo na folha.

A presença ou ausência de clorofilaa presença ou ausência de outros elementos químicos em vez da clorofila determina o tipo de variegação.

É sobre uma verdadeira mutação genética que podemos encontrar principalmente nas folhas e flores, em alguns casos também nos caules.

As cores da variação

Você tem que imaginar o interior da folha como a paleta de um pintor, na qual é possível ter cores primárias e depois misturá-las e fazer surgir uma vastidão de cores únicas e inimitáveis.

O variação mais comum que podemos encontrar é O branco e é devido ao total ausência de pigmento verde naquela porção da folha, portanto, sem clorofila.

Depois, há cores que são muito diferentes do branco, incluindo o amarelo que denota um tipo de pigmento devido a uma formação de clorofila que contém carotenóides ou melhor, há uma alta concentração destes.

A mistura de clorofila com outros pigmentos vegetais, como antocianinas dá vida a cores verdadeiramente incomuns, como os vermelhos ou laranjaó até azul.

Variações estáveis

Uma tipologia de variegação comum é o que definiríamos tecnicamente genéticaque pertence a uma espécie e que se repete ao longo do tempo em gerações.

Isso significa que tipo de variegação reproduzirá o mesmo quando a planta se multiplica.

Podemos nos referir a como uma planta com variegação genética e reprodução fiel.

Variegações instáveis

E para essas plantas eles têm sempre folhas diferentes? É o caso daquelas plantas que possuem folhas com todas as manchas brancas que justapõem as verdes. Aí é fácil perceber esse tipo de variação.

Neste caso, existem partes da planta que são capazes de fotossintetizam com luz e são as partes verdesoutras partes que não são capazes disso e daí a ausência total de clorofila.

Esse tipo de variegação não se reproduz da mesma maneira entre gerações mas é de fato instável: aqui a genética depende do acaso e cada espécime terá variações diferentes oferecendo um espetáculo deslumbrante.

Um exemplo comum deste tipo de variegação é oferecido pela bela .

Variegações virais

Alguns tipos de vírus têm a capacidade de infectar a planta a ponto de desencadear um processo de variegação na folha.

Eles produzem desenhos ornamentais em flores e folhagens sem afetar muito o vigor da planta.

A transmissão ocorre através de alguns tipos de parasitas que ao picar a planta a infecta, como o ; ou pelo contato direto entre exemplares ou mesmo na semente, o que garante a passagem do adulto para as novas mudas.

A luz tem poder sobre a variação

Bem, sim, a luz tem um enorme poder na presença ou ausência de variação.

Isso acontece: se uma folha for variegada, apenas a parte verde estará cumprindo seu dever, ou seja, estará fotossintetizando, captando a luz.

A variação tende a reduzire portanto a parte verde assume o controle da folha quando a luz está baixa já que a folha deve maximizar a superfície de exposição funcional para a fotossíntese.

Ao contrário, se a quantidade de luz for suficientea folha não muda nada, na verdade muitas vezes a variação fica ainda mais acentuada e a parte que vê tem a possibilidade de reduzir desde que a luz que é absorvida seja suficiente.

É uma adaptação simples e as plantas são mestres nisso.

Leave a Response

Fernando Pessoa
Nos meus artigos, partilho dicas úteis sobre jardinagem e culinária em português. Conheça as minhas ideias únicas para melhorar o seu jardim e preparar pratos deliciosos.