Dicas úteis

Os maus hábitos mais comuns dos cães e como superá-los com sucesso

74views

Os cães são companheiros maravilhosos, mas muitas vezes desenvolvem maus hábitos que podem ser frustrantes para os seus donos ou perigosos para a sua saúde. Entre os maus hábitos mais comuns estão mendigar por comida, vasculhar o lixo ou latir constantemente. Este artigo traz os problemas mais comuns e soluções eficazes para superá-los. A educação correta e a consistência são as chaves para superar com sucesso os maus hábitos.

Como superar os maus hábitos dos cães: dicas para uma melhor convivência

Os cães são ótimos companheiros, mas muitas vezes desenvolvem maus hábitos que podem ser frustrantes para os seus donos ou até perigosos para a sua saúde. Neste artigo veremos os maus hábitos mais comuns e suas soluções.

Absorção em um cachorro

Escolher é um dos hábitos mais comuns dos cães. A chave para desaprender é começar o mais rápido possível, de preferência desde filhote. Os cães são muito perspicazes e aprendem rapidamente, o que significa que hábitos corretos estabelecidos na juventude podem prevenir problemas mais tarde na vida. Sempre que o cachorro começar a latir, é importante ignorá-lo ou mandá-lo para sua casa. Assim que você permitir o cachorro e lhe der comida, ele aprenderá que mendigar vale a pena.

Cavando e comendo lixo

Por causa desse mau hábito, o cão pode ter problemas estomacais desagradáveis, incluindo envenenamento. Você pode evitar isso ensinando comandos como “foder” e “implorar” ao seu animal de estimação. O cão deve respeitar estes comandos em todas as situações. Se o cão encontrar algo durante o passeio, dê-lhe esses comandos com calma e clareza. Nunca grite com ele ou afaste-o, pois isso só fará com que o cachorro coma essa “guloseima” em tempo recorde.

Se o cão se comportar corretamente e abandonar o objeto encontrado, recompense-o sempre com uma guloseima preferida.

Como evitar latidos ferozes

Latir é estressante tanto para o cão quanto para seu dono, bem como para seus vizinhos que precisam ouvir. Muitas vezes, o latido pode vir acompanhado da destruição de coisas ou da necessidade de fazer algo no apartamento. Latidos excessivos podem ser causados ​​por bisel de separação ou perfuração. Procure acostumar gradativamente o cão à sua ausência, comece com intervalos curtos e vá ampliando-os gradativamente. Antes de sair de casa, certifique-se de que o cão esteja fisicamente cansado – uma longa caminhada ou uma brincadeira podem ajudar.

Ensine também ao cão que suas idas e vindas não são importantes. Ignore-o por alguns minutos antes de sair e depois que ele chegar, para que ele aprenda que sua presença não é o centro do universo dele.

Novos problemas com latidos: o período da puberdade

Durante a puberdade, quando os hormônios do cão mudam, podem surgir novos problemas com latidos. Recomendamos fortemente que os proprietários sejam pacientes e consistentes em seu treinamento. Os especialistas também recomendam evitar o castigo físico e, em vez disso, concentrar-se no reforço positivo.

Soluções de longo prazo: consistência é a chave

  1. Paciência e consistência: Sempre responda ao comportamento indesejado da mesma forma para que o cão associe o comando ao que deve fazer.
  2. Elogios e motivação: Quando o cão obedece, ele deve receber uma recompensa.
  3. Prevenção: Em muitos casos, é melhor prevenir do que remediar. Comece a treinar o mais rápido possível, de preferência já na fase de filhote.

Leave a Response

Fernando Pessoa
Nos meus artigos, partilho dicas úteis sobre jardinagem e culinária em português. Conheça as minhas ideias únicas para melhorar o seu jardim e preparar pratos deliciosos.