Jardim

Não deixe que o líquen destrua suas árvores frutíferas! Use um síndico residencial barato

106views

Enquanto se formar líquen nas árvores, é necessário eliminá-lo. E isso o mais cedo possível, antes que se expanda. Poderia facilmente destruir o seu rendimento esperado. Um líquen é um organismo vivo composto por dois componentes completamente diferentes. É feito de fungos e algas. É um parasita relativamente perigoso que pode se espalhar rapidamente. Como os líquenes retiram da árvore os nutrientes necessários para um bom desenvolvimento e também para a colheita, é necessário eliminá-los, de preferência imediatamente. É por isso que verificações preventivas regulares também são muito importantes. E como você pode se livrar do líquen nas árvores?

Embora bonito, tão inimigo

Apesar de os líquenes parecerem muito atraentes e exóticos, eles são o inimigo silencioso da árvore. Graças à engenhosa simbiose de algas e fungos, este organismo cresce perfeitamente nos troncos e ramos de muitas árvores frutíferas. No entanto, assim que começam a se reproduzir, um desastre literal se instala nas árvores. Ele perde os nutrientes necessários, que o parasita tira dele indiscriminadamente. E, infelizmente, os líquenes também contribuem para o aparecimento de muitas pragas.

Onde o risco é maior

Em uma porcentagem maior, os líquenes gostam de se instalar em árvores mais velhas, em locais onde os raios solares não chegam com frequência. O risco aqui é o aumento da umidade, que os líquenes literalmente adoram.

A prevenção vem em primeiro lugar

Se quiser proteger mais as árvores frutíferas e as condições do seu jardim permitirem, plante-as o mais longe possível das agulhas das árvores. São um dos hospedeiros mais frequentes de líquenes. Definitivamente não negligencie a poda regular das árvores durante a temporada e ilumine-as.

Remova os líquenes com uma escova

Contanto que o líquen apareça apenas em pequena extensão na árvore, você pode se livrar dele raspando-o com uma escova de aço. Antes de iniciar esta atividade, estenda uma lona ao redor da árvore para reduzir ao mínimo o líquen em seu jardim. Nunca coloque restos de líquen no composto, queime-os.

Use misturas de cinza e cal

Se você quiser usar uma solução ecologicamente correta para matar líquenes, use cinza de madeira e cal. Misture 8 partes de água, 1 parte de cinza, 1 parte de cal cáustica e misture cuidadosamente todos os dias. Antes de usar, deixe secar e esfregue o líquido transparente nas áreas afetadas das árvores.

Faça o liquidante de esquis perfeito

Você precisará de xisto verde ou sulfato ferroso heptahidratado, cal em pó e látex branco ou tinta à base de água. Despeje ½ l de água no recipiente, misture 1 colher de xisto verde e polvilhe 5 colheres de limão.

Misture bem todos os ingredientes e despeje a mistura em ½ l de tinta. O à base de látex é mais adequado. Divida a solução resultante em duas metades e dilua-as com um pouco de água para que tenham uma consistência adequada para o revestimento. Aplicar repetidamente o produto apenas nas áreas afetadas do líquen até que morram.

Os líquenes são organismos simbióticos, que surgem da estreita cooperação entre fungos e algas ou cianobactérias. Eles são conhecidos por sua capacidade de sobreviver em condições extremas onde outras plantas não conseguiriam. Nos jardins, os líquenes costumam aparecer em árvores, pedras, solo ou outras superfícies sólidas. A sua presença indica frequentemente ar limpo, porque os líquenes são muito sensíveis à poluição.

Na maioria dos casos, os líquenes não prejudicam diretamente as plantas ou jardins. Em vez disso, são frequentemente um indicador de outros problemas, tais como um ambiente de cultivo deficiente (por exemplo, iluminação insuficiente, má qualidade do solo ou humidade elevada) que podem afectar a saúde das plantas. Os líquenes ocorrem naturalmente no ecossistema e geralmente não requerem remoção, a menos que sejam esteticamente indesejáveis.

No entanto, se você acha que os líquenes estão afetando negativamente o seu jardim ou deseja evitar a sua propagação, aqui estão algumas recomendações:

  1. Melhoria das condições das plantas: Garantir que as suas plantas tenham condições óptimas de crescimento (luz suficiente, solo nutritivo, humidade correcta) pode ajudar a limitar o crescimento dos líquenes, uma vez que preferem locais onde as plantas não estão em condições óptimas.
  2. Poda: A poda de galhos crescidos ou doentes de árvores e arbustos pode aumentar o fluxo de ar e reduzir a umidade, limitando o ambiente adequado para o crescimento de líquenes.
  3. Remoção manual: Muitas vezes, os líquenes podem ser removidos manualmente ou com uma escova macia se estiverem em superfícies duras, como pedra ou madeira.
  4. Mudança no pH do solo: Alguns estudos indicam que uma mudança no pH do solo pode afetar o crescimento dos líquenes. Antes de aplicar este método, você deve considerar um teste de pH do solo e consultar um especialista em jardinagem.
  5. Uso de fungicidas: Em casos muito específicos, especialmente se o crescimento do líquen for excessivo e outros métodos falharem, o uso de fungicida pode ser uma opção. No entanto, recomenda-se que isto seja feito com cuidado e após consulta com um especialista em proteção de plantas, porque muitos fungicidas também podem danificar outros organismos no jardim.

É importante notar que os líquenes têm o seu lugar na natureza e muitas vezes servem como um indicador de um ambiente saudável. Antes de quaisquer medidas drásticas, é bom considerar o seu valor ecológico.

Leave a Response

Fernando Pessoa
Nos meus artigos, partilho dicas úteis sobre jardinagem e culinária em português. Conheça as minhas ideias únicas para melhorar o seu jardim e preparar pratos deliciosos.