Cozinha

Focaccia di Recco, história e curiosidades sobre a especialidade da Ligúria

85views

A fascinante história da focaccia di Recco, especialidade gastronômica da culinária da Ligúria, muito apreciada por Guglielmo Marconi.

Na Ligúria, precisamente perto Gênova, poderá saborear uma verdadeira especialidade da cozinha da Ligúria, conhecida como focaccia di Recco, uma versão cremosa e perfumada que conquista imediatamente o paladar com o seu sabor inconfundível. Vamos descobrir juntos a história e algumas curiosidades sobre a focaccia da Ligúria.

Focaccia di Recco, o prato adorado por Guglielmo Marconi

O focaccia de Recco caracteriza-se por um coração macio e cremoso, envolto num exterior perfumado. Mesmo que – talvez – nem todos o saibam, pois é ofuscado pela maior fama que goza a focaccia genovesa, em termos de sabor, está – sem dúvida – ao seu nível. Amado por toda parte Ligúriaesta focaccia com queijo é um verdadeiro prazer, ao qual não resiste, ideal a qualquer hora do dia.

Originário de Recco e dos municípios vizinhos de Sorie Avegnoesta especialidade é reconhecida e protegida como IGP. Todos os anos, o Festival Recco Focaccia que tem precisamente no centro este prato, que tem por trás uma história muito antiga, que se baseia em várias lendas.

A história da especialidade da Ligúria

Entre o final de Século XIX e início do XXa especialidade da Ligúria ganhou alguma popularidade, mas as suas origens parecem muito mais antigas.

Documentos do século XII, aliás, já falavam deste prato como um alimento consumido por Cruzados da Ligúriaenquanto outras histórias o vinculam a Invasões sarracenas do século 16. Diz-se, portanto, que os habitantes de Recco e Camogli, fugindo dos piratas, prepararam esta simples focaccia com queijo.

Com o passar dos séculos, a focaccia di Recco tornou-se presença fixa nos cardápios locais, consumida – em particular – durante a celebração do Todos os Santos.

No século XX, a focaccia do Recco começou a ser apreciada por um público cada vez mais vasto, graças à actividade das padarias locais e ao talento dos padeiros e donos de restaurantes, como os de famílias Moltedo e Toxinas. Sua fama atraiu celebridades e pessoas ilustres, entre as quais também foi Guglielmo Marconi e a Infanta de Espanha.

A popularidade da focaccia cresceu ainda mais na década de 1960, impulsionada pela boom turísticotanto que esta especialidade se tornou um produto disponível durante todo o ano em todas as zonas da Ligúria, apesar de manter o seu berço em Recco.

Como preparar

Esta especialidade, que hoje – como já vos dissemos – é um produto IGP, segue uma receita tradicional composta por passos específicos que são seguidos à risca pelos padeiros.

A focaccia é preparada com ingredientes simplesentre os quais podemos incluir a farinha, a água, o azeite, o sal: estes, portanto, transformam-se em folhas finas, entre as quais uma coração de queijosou, que – geralmente – é crescenza ou, alternativamente, stracchino. A focaccia é então cozinhada a alta temperatura, para lhe conferir o aroma que a caracteriza.

Leave a Response

Fernando Pessoa
Nos meus artigos, partilho dicas úteis sobre jardinagem e culinária em português. Conheça as minhas ideias únicas para melhorar o seu jardim e preparar pratos deliciosos.