Dicas úteis

Este probiótico custa alguns centavos, mas faz maravilhas para o seu intestino. Você definitivamente tem isso em sua cozinha

61views

Para manter a nossa saúde da melhor forma possível, utilizamos frequentemente medicamentos disponíveis nas farmácias. Os médicos enfatizam, porém, que às vezes tomamos muitos deles. Em vez disso, vale a pena pensar em substitutos naturais. Este probiótico de frutas será perfeito.

Em vez de ir à farmácia, vá ao supermercado. Probióticos naturais

Os probióticos desempenham um papel em nossos corpos. Eles são responsáveis ​​pela manutenção da microflora intestinal e auxiliam na absorção de nutrientes. Isso acontece graças a cepas de bactérias saudáveis. Graças a eles, nossa digestão é melhor, nosso sistema imunológico fica mais forte e nosso corpo fica protegido contra os efeitos nocivos dos patógenos. Além disso, os probióticos são essenciais se quisermos minimizar os sintomas da síndrome do intestino irritável e podem afetar a nossa saúde mental. É por isso que devemos cuidar da sua presença no organismo, principalmente após a antibioticoterapia.

Porém, isso não significa que devemos correr até a farmácia para comprá-los. também pode ser encontrado em produtos alimentícios naturais. Estes incluem, por exemplo, picles, iogurtes e kefires. A Dra. Emily Leeming, cientista e nutricionista, acredita que é nisso que devemos nos concentrar. Durante conversa com o New York Post, ela destacou que a maçã em si tem grande poder probiótico e traz efeitos semelhantes aos obtidos em suplementos disponíveis nas farmácias. A nutricionista ressalta que com pouco dinheiro podemos ter benefícios muito semelhantes aos de produtos caros de farmácia.

Bechamel: Maçãs – Por que são saudáveis, por que vale a pena comer maçãs?

Maçãs cheias de saúde. Cientistas confirmam

Os cientistas descobriram que sua polpa contém bactérias Lactobacillus probióticas benéficas. Existem até 100 milhões deles em uma fruta. Pesquisadores relatam que até 90% deles são encontrados nas sementes e o restante na polpa. Além disso, diz o Dr. Leeming, “as maçãs contêm fibras, especialmente fibras probióticas chamadas pectina, que alimentam as bactérias intestinais ‘boas’. Também são ricas em polifenóis, que têm um efeito prebiótico no microbioma intestinal”. É importante notar também que, de acordo com uma pesquisa publicada há alguns anos na revista “BMC Microbiology”, o consumo regular de maçãs por muito tempo faz com que bactérias probióticas ajudem a produzir ácidos graxos curtos.

Não devemos sempre desistir dos suplementos

Claro, há casos em que você não deve abrir mão levianamente do uso de suplementos probióticos. Um exemplo seriam as pessoas que sofrem de SII (síndrome do intestino irritável). No entanto, o Dr. Leeming enfatiza que pessoas saudáveis ​​não precisam tomar suplementos. Se nos sentimos bem e o nosso único objetivo é apoiar a nossa microbiota intestinal, devemos prestar atenção à nossa alimentação diária. Depois, basta introduzir maçãs e outros produtos que contenham bactérias boas e vivas.

Leave a Response

Fernando Pessoa
Nos meus artigos, partilho dicas úteis sobre jardinagem e culinária em português. Conheça as minhas ideias únicas para melhorar o seu jardim e preparar pratos deliciosos.