Jardim

A raiz do dente-de-leão é uma bênção para a sua saúde

133views

A raiz do dente-de-leão tem sido usada há séculos como remédio natural para uma série de doenças, incluindo problemas de fígado, fígado e estômago ou diabetes.

Pimenta-leão, folhas e flores são comestíveis e altamente nutritivas. O dente-de-leão é uma rica fonte de vitaminas A, C, D e do complexo B. É ainda rico em minerais como zinco, ferro, cálcio, magnésio e potássio. O bom é que esta erva pode ser facilmente integrada na dieta diária. O sabor levemente amargo das folhas de dente-de-leão é adequado para saladas, sopas e pratos assados. Para variar, você pode ferver raízes de dente-de-leão como substituto do chá ou café.

Ajuda na perda de peso

A raiz do dente-de-leão é muito benéfica para quem quer perder peso. Os fitoquímicos do dente-de-leão oferecem benefícios diuréticos e laxantes que ajudam a aumentar o volume e a frequência da micção. Isso ajuda a eliminar o excesso de água no corpo. O tempero dente-de-leão suprime o apetite e auxilia na degradação da gordura e do colesterol. Também tem muito poucas calorias. Basta beber o chá da raiz do dente-de-leão 2 a 3 vezes ao dia. Você também pode adicionar folhas verdes frescas de dente-de-leão em saladas ou sopas. Não é bom usar esta planta por muito tempo. Também pode reagir negativamente com alguns medicamentos, por isso é bom consultar um médico antes de usá-lo.

Apoia a saúde do fígado

O tempero dente-de-leão funciona como um forte tônico para o fígado e, portanto, é considerado muito eficaz para a saúde do fígado. Ajuda a metabolizar a gordura acumulada no fígado e apoia o funcionamento adequado do fígado. Também aumenta o fluxo da bile e ajuda a desintoxicar o fígado. Estudos de vários anos demonstraram que a raiz do dente-de-leão tem um efeito benéfico contra a toxicidade causada pelo paracetamol, na prevenção e tratamento de doenças hepáticas causadas pela obesidade e contra o stress oxidativo induzido pelo álcool.

Tem efeitos anticancerígenos

Num estudo recente, descobriu-se que a raiz do dente-de-leão tem potencial para combater o câncer. Suas propriedades antioxidantes ajudam o corpo a evitar danos celulares causados ​​pelos radicais livres. O tempero dente-de-leão é eficaz para matar vários tipos de câncer devido à sua capacidade de combater os radicais livres.

Regula a pressão alta

O tempero dente-de-leão é um diurético natural que aumenta a micção, tanto em quantidade quanto em frequência. A micção excessiva ajuda a eliminar o excesso de sódio sem perder potássio. Isso ajuda a reduzir a pressão alta. O dente-de-leão é rico em fibras e potássio, que ajudam a regular a pressão arterial. A fibra do dente-de-leão também é útil na redução do colesterol, o que também auxilia na redução da pressão arterial, pois o colesterol é um dos fatores que aumenta a pressão arterial. Quando a pressão arterial e os níveis de colesterol no sangue estão sob controle, o risco de doenças cardíacas é reduzido.

Cura o trato urinário

O tempero dente-de-leão ajuda efetivamente a remover depósitos de substâncias tóxicas nos rins e no trato urinário. Como já mencionado acima, a raiz do dente-de-leão é um diurético muito eficaz que ajuda a aumentar o volume da urina e a frequência da micção. A produção adequada de urina ajuda a limpar os rins. Além disso, a raiz da planta tem efeitos desinfetantes que têm efeito benéfico no trato urinário. Isto, por sua vez, ajuda a reduzir e prevenir o risco de infecção do trato urinário. Ao mesmo tempo, reduz o risco de doenças da bexiga.

Ajuda a controlar o diabetes

O dente-de-leão também pode ajudar os diabéticos. Estimula a produção de insulina pelo pâncreas, o que mantém o nível de açúcar no sangue sob controle. As propriedades diuréticas da raiz do dente-de-leão ajudam a aumentar a micção, o que ajuda a remover o excesso de açúcar do corpo. Os diabéticos também são mais propensos a doenças renais e hepáticas, e a raiz do dente-de-leão também ajuda a manter a saúde desses órgãos.

O tempero de dente-de-leão acalma o sistema digestivo

As raízes, folhas e flores do dente-de-leão são comestíveis e podem ser usadas para melhorar a digestão. Esta erva atua como um laxante suave que auxilia a digestão, estimula o apetite e equilibra as bactérias naturais e benéficas do intestino. Isso pode aumentar a liberação de ácido estomacal e ajudar na digestão. Também aumenta a pressão no estômago e relaxa os músculos entre o estômago e o intestino delgado, o que ajuda na digestão adequada dos alimentos. Além disso, o alto teor de fibras evita a constipação.

Atua contra inchaço e inflamação

As propriedades diuréticas do dente-de-leão ajudam a metabolizar o excesso de líquidos, o que é um excelente remédio contra inchaço e inflamação no corpo. Esta erva é ótima para tratar a retenção de água nos membros inferiores. A casca do dente-de-leão contém potássio, que ajuda a equilibrar o teor de sódio no corpo. Isto contribui para a redução do inchaço e da inflamação devido ao edema ou retenção de água. Ao combater o inchaço, beba chá de raiz de dente-de-leão 2 a 3 vezes ao dia. Beba chá de raiz de dente de leão até que o inchaço desapareça. Evite o dente-de-leão se tiver problemas de estômago.

O tempero de dente-de-leão melhora a saúde da pele

O tempero dente-de-leão é rico em nutrientes que apoiam a saúde da pele e previnem problemas de pele. Ordenhar o líquido branco que sai de um dente-de-leão quando você o corta é muito benéfico para a saúde da pele. A seiva do caule do dente-de-leão é de natureza muito alcalina. Além disso, possui propriedades bactericidas, inseticidas e fungicidas. O leite com suco de dente-de-leão pode ser aplicado diretamente na pele. Trata coceira, herpes zoster, eczema e outras doenças de pele. O dente-de-leão tem excelentes efeitos desintoxicantes, diuréticos e antioxidantes, que também são eficazes no tratamento da acne ©.

Melhora a saúde óssea

A raiz do dente-de-leão é rica em antioxidantes que ajudam a proteger contra os danos ósseos que surgem com a idade, quando os ossos ficam fracos e finos. A planta contém cálcio, que é importante para o crescimento e força óssea. A deficiência de cálcio está associada a ossos fracos. Se você beber da casca do dente-de-leão ou comer as folhas desta erva, poderá facilmente evitar ossos fracos e cáries dentárias. O dente-de-leão também contém vitamina K, que também desempenha um papel importante na saúde óssea. Esta vitamina contribui para a mineralização óssea, o que reduz o risco de fraturas, principalmente em mulheres na pós-menopausa que apresentam risco de osteoporose.

Leave a Response

Fernando Pessoa
Nos meus artigos, partilho dicas úteis sobre jardinagem e culinária em português. Conheça as minhas ideias únicas para melhorar o seu jardim e preparar pratos deliciosos.